sábado, 28 de maio de 2011

Carta do Leitor

Segue abaixo, carta de um leitor enviada para nosso blog:


Greve é legitima golpe não!

È necessário lembrar que 2009, os trabalhadores e trabalhadoras lotaram o Teatro Municipal, ouviram do José Pavan, o muito obrigado pela presença o incentivo para manter a qualidade nos serviços públicos acompanhado de uma singela trufa de chocolate. Naquele momento , o presidente do Sindicato ficou satisfeito . Em 2010, quando da incorporação do abono de R$ 300,00 , esperamos quatro meses para ver a lei sancionada e direção do Sindicato nada fez.

Em 2011, faltando cerca de um ano ara o iniincio do processo eleitoral, o presidente do Sindicato resolveu ser combativo. Ainda bem, antes tarde do que nunca. Se o movimento mantivesse a essência, d a luta pelos interesses dos trabalhadores e não a vergonhosa partidarização do movimento se tornando palanque do Movimento Fora Pavan. O entra e sai da sede do Sindicato de seguidores d ex- prefeito me deixa espantado. Aliás, ali é uma casa com a qual eu contribui e muito para o avanço das lutas dos trabalhadores e do povo de Paulínia.

Está viva em minha memória, quando o ex- prefeito reprimia os movimentos sociais ás custas das estruturas públicas. Lembro- me na época em que o prefeito fechava as repartições, públicas, convocava os servidores para o Ginásio, anunciava um abono e execrava os dirigentes do nosso Sindicato, jogando os trabalhadores contra o seu próprio Sindicato. Ainda nestes tristes tempos fechou a faculdade da Fuppesp e mandou baixar porrada nos estudantes.

Tudo isso sem contar que quando a AMA fez uma audiência com a CGU, (Controladoria Geral da União), o ex- prefeito contratou centenas de pessoas para reprimir os participantes do movimento de combate á corrupção e que por muito pouco não houve uma tragédia no Salão da Igreja Matriz.

Por estas e outras razões, e necessário separar as reivindicações legitimas dos servidores dos interesses mesquinhos do ex prefeito. Eu particularmente sempre defendi a reposição anual de salários e plano de cargos e carreira e salários. O movimento é fundamental, porém longe de interferência de cunho político eleitoral

Vonei Amorin, servidor público municipal há 17 anos

Um comentário:

  1. Sérgio Antonio de Oliveira28 de maio de 2011 19:13

    Concordo com você Vonei, porém tal movimento intitulado "Fora Pavan" tentou se apropriar do ato legítimo dos grevistas sem pedir permissão, fato este repudiado via palanque por quase todos os servidores participantes da greve. Não podemos esquecer que em todos...eu disse "em todos" os levantes populares e ou trabalhistas alguém se promoveu mesmo que futuramente a pleitos mais altos politicamente falando....lembra do Sr. operário Lúis Inácio Lula da Silva com o microfone na mão....Vicentinho...Paulinho da Força....Toninho....e aí vai.....não seria diferente neste momento....temos que pensar somente nos verdadeiros e reais motivos que nos levaram a este movimento, volto a dizer, legítimo, ordeiro e legal. A luta continua companheiro...deixe de lado os egos feridos pelo passado e vamos nos unir em uma única força! Melhorias nas condições de trabalho do Servidor Paulinense, incluindo reposição salarial. Sérgio Antonio de Oliveira - Servidor Público Municipal há 13 anos.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.