quinta-feira, 12 de julho de 2018

Paulínia zera filas em especialidades e amplia serviços médicos


16 h
Secretaria da Saúde destaca avanços em especialidades

O Secretário municipal da Saúde, Yanko Gonçalves Mello, faz um balanço positivo de atividades da Pasta em áreas específicas das especialidades, como Cardiologia, Reabilitação, Oftalmologia e Urologia (Saúde do Homem)
O Departamento de Reabilitação conseguiu entregar mais de 500 aparelhos auditivos e está em processo de compra outros 500 aparelhos. A diretora do Departamento, Aline Aderle, se declara satisfeita com a gestão de Yanko que tem criado as condições necessárias para a viabilizar a aquisição dos aparelhos. As novas compras, conforme ela, segue a tramitação normal conforme prevê a legislação.
Em Cardiologia, o secretário destaca o fim das filas em Eco cardiograma infantil e Adulto. Ainda segundo Yanco, ele pretende ampliar os serviços de saúde do coração para atender casos de cateterismo e outros procedimentos, tudo dentro de um planejamento estabelecido pela equipe da secretaria. Em Urologia (saúde do Homem), o Secretario destaca a ampliação do espaço no Hospital Municipal que permitiu melhorar as condições de atendimento e agilizar as esperas
.Sucesso total em Oftalmologia
O Secretário Yanko Gonçalves Mello avalia muito positivo para a cidade, o desempenho do setor de saúde da visão em Paulínia. Ele vê um salto de qualidade nos cuidados com o tratamento de catarata e pterígio na cidade.
Em menos de seis meses de funcionamento, o Hospital da Visão em parceria com a Secretaria de Saúde de Paulínia realizou cerca de 250 cirurgias de catarata e atendeu quase o mesmo número de caso de pterígio. De acordo com o Hospital, existem cirurgias programadas para até o mês de novembro
As intervenções tem sido feitas no centro cirúrgico do Hospital Municipal. O diretor do Hospital da Visão, o médico Rafael Sorrenti destaca que grupo herdou uma demanda de pelo menos três anos. O Hospital faz parte do Consórcio Cismetro que atende em diversas cidades da região.
A equipe médica está preparada para atendimento em setores de Catarata, Retina, Glaucoma, Estrabismo, Córnea, Plástica, Oftalmologia Pediátrica, Oftalmologia Geral. A sede em Paulínia fica na rua Contado Tergulino, numero 273 no Jardim Santa Cecília, sempre a partir das 7h30 horas

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Cidades & Bastidores : Há mais de um ano, o vice- prefeito promete assumir


Política dos Bastidores
                          
Por
Miguel Samuel de Araujo

Assumir ou sumir, eis a questão!..
É o dilema posto ao vice- prefeito, Sandro Caprino. Desde fevereiro do ano passado, ele inspira a ilusão da boataria que corre solta nos meios políticos, dando conta que na semana  seguinte, ele assumiria a principal cadeira da Administração ,que por direito e legitimidade pertence ao prefeito Dixon Carvalho(PP) . Sentado nela, Dixon continua firme no compromisso  do deveres e no propósito de concluir o mandato que vai até 2020.
E agora, Cabeça branca?
É assim e  com todo o respeito que os Bastidores da Política,  de nossa autoria  se dirige á Aristides Ricatto , que desde os primeiros meses de 2017 passou alardear que na semana seguinte  Dixon cairia e Sandro assumiria o poder na cidade.
Fantasias: alegres e contentes
 Tinha até gente experimentando terno, agendando horários nos salão de beleza, ajustando corpetes lindos e queimando banhas para entrar e caber com folga nos vestidinhos e nas calças pantolanas dessas de cós baixo, há!há! há!.. O tempo passou e a cidade travou tudo por causa dessas intrigas movidas pela soberba.
O mar  e o rochedo
Como  na frase já imortalizada e cantada pelos  poetas, na luta do mar contra o rochedo, quem perde é o marisco. Nesse caso, o povo padece. Assim, um salve bem forte e votos de sucesso para o novo momento da administração da cidade com a nova  composição de governo .Que o aprendizado se torne regra para o processo democrático e Paulínia e tudo se reverta em benefícios para o povo..
Tentações e provas
O prefeito Dixon ,  passou em pouco tempo de divinizado para satanizado, tudo por conta da disputa por espaço no Governo, um movimento que transformou o fórum da cidade em palanque , atribuindo aos integrantes  do Poder Judiciário e Ministério Público, o papel de eleitores dos representantes  da cidade no Legislativo e Executivo. Ninguém merece,  né?
Legitimidade e merecimento
Independente da análise dos fatos, os momentos vividos pelo prefeito Dixon desde 2003 quando se articulou pela primeira vez como pretendente ao cargo de prefeito, merecem o devido destaque por conta da sua própria performance   em situações diversas.  Personalidade focada no objetivo. Diante de todos os percalços da vida pública,  ele tem demonstrado resiliência e usado  bem da   perseverança para superar obstáculos que se apresentaram nas  quatro vezes que disputou a Prefeitura. Em 2004, 2008, 2012 e 2016, sempre em processos turbulentos contra fortes adversários.  Vem daí, os méritos dele. 
Reconhecido pela verdade
Agora, há que se reconhecer a firmeza de postura, tanto da parte do Ministério Público, como do Poder Judiciário para salvaguardar os interesses coletivos, sem que vontades mesquinhas, egos inflados e fogueira das vaidades possam prevalecer ao longo desse tempo.
Independência e harmonia
Por mais divergência que possa haver, é de esperar um relacionamento maduro entre os representantes da Prefeitura e da Câmara, resguardando a legalidade e os princípios da boa convivência. A cidade está cheia de problemas e a gente vê e reconhece. Só falta agora, uma estratégia boa de comunicação para esclarecer tudo.
Cinco semestres
Ao findar o mês de junho, marcamos três dos oito semestres que compreendem os quatro anos de  governo. A análise da situação política  pode ser ilustrada como no filme “ Invíctos “, no qual o técnico da Seleção,   queixou ao presidente do país, Nelson Mandela sobre o despreparo do time para a Copa. Então, ele ouviu:  Quanto tempo ainda temos para a Copa ?. No caso,  são cinco períodos de 180 dias, ou seja 600 dias para realinhar as coisas. Agora, vai de como esse time irá  se comportar em campo.
Administração encruada
O que mais se questiona da  administração  Dixon Carvalho,  é  a lerdeza no andamento dos processos que envolvem papéis que vão desde a publicação de simples editais de compra, contratações ou execução de tarefas simples de atendimento à população.
Soluções humanas com tecnologia
Assim, vemos como urgente a implantação de programas com softwares que integrem os órgãos do governo, sem o receio da ousadia no uso do que de melhor existe em tecnologia da informação para agilizar as coisas do povo. Um investimento justificado pelos benefícios, desde que não seja  brincadeira como a famosa Cidade Digita, anunciada aos quatro cantos pelas  administrações  anteriores.
Temos que lembrar a história
 Milhões foram empenhados e sequer um razoável sistema de Câmeras foi instalado na cidade. Vai daí, que sempre tem quem fica com um pé atrás ao ouvir o discurso da informatização dos órgãos do governo. Basta usar a decência que o povo apoia. É claro, os opositores gritam  mesmo, isso expõem até as vísceras deles, há! há! há!
Pegar ritmo da modernidade
Como a gente sabe quais são cada um dos passos e  como funcionam os atos administrativos, vemos o emperramento da máquina, na falta de pessoal, nas demandas jurídicas provocadas pelos  opositores e em último caso   a falta de traquejo de parte de integrantes do governo. Neste caso, fica evidente a falta da estratégia de comunicação para deixar tudo claro com a maior transparência  para evitar desgastes à imagem do governo.
Muito seguro e tranquilo
De  seu lado, o prefeito  Dixon Carvalho tem mantido o seu estilo de sempre relatar obras e planos em suas ações, sempre que fala em público ou grava declarações. As obras do Hospital Municipal, as ponte da Rhodia e a ponte sobre o rio Atibaia estão nos planos. 
Servidores e administração
Em que pesem os embates entre integrantes do Sindicato dos Servidores e integrantes da administração, quanto ao cronograma de execução do plano de execução do PCCV ( Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos), há de se destacar os avanços nas relações entre o Executivo  e os Trabalhadores.
Desenvolvimento Sustentável
A Secretaria do Planejamento também entabula o Plano Diretor que a nosso ver dever ser traçado a  luz de audiências públicas,  que apontem um norte do crescimento da cidade de forma socialmente correta, economicamente viável e ecologicamente sustentável, com mobilidade urbana e acessibilidade para todos.
Políticas Públicas com transversalidade pela cidadania
 O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência ( CMDPD) e Conselho Municipal dos Idosos,  têm cobrado a execução do Plano de Acessibilidade e Mobilidade, para atender as urgentes necessidades de um importante segmento da população, que busca autonomia para se deslocar para um lugar ou outro. Esse processo é uma política de governo, que inclusive  tem uma secretaria específica incumbida de agilizar os trabalhos, embora para alguns dos responsáveis ainda não acordaram para a realidade.
Só falta alinhar o time
 A ação envolve várias secretarias, como Transportes, Obras, Educação, Saúde e Segurança e jurídico na mesma tarefa. 
Novos reforços
      Dois advogados com experiência em serviço público passam integrar as administrações como  secretários. Isso quer dizer que a parte jurídica agora tem que deslanchar para que as coisas rolem de forma lisa, desafogando a mesa de  Álvaro Cirino  e outros do suporte nos processos.  Leonardo Torres leva para a Secretaria da Habitação, um acúmulo de conhecimento em prefeituras e em muitos processos administrativos que tocou como advogado, enquanto Whashington Ribeiro, como secretário da Administração deve dinamizar a tramitação da papelada que formam os gargalos administrativos.
Nobre tarefa
Por seu lado, Eduardo Berenguel que deixa a Secretaria da Habitação para assumir a pasta da Receita, tem a missão de reorganizar o sistema de arrecadação de tributos.
As investigações prosseguem
Enquanto a reengenharia política  se processa para a cidade se deslanchar em obras importantes para a cidade , o bate estaca da Comissão Processante, se faz ouvir na Câmara, que 13 dos 15 vereadores e o prefeito ficam sem mandatos. Esse ambiente de desafinamento com os propósitos das relações entre poderes  já não emplaca mais por conta das novas composições estabelecidas.
Discussões práticas
 Só que o debate de projetos deve ser intenso, como é o caso da ponte sobre o Rio Atibaia, o bosquinho com o destino dos animais, o Pier do Parque da Represa, entre outros que carecem da instalação de audiências públicas na opinião de algumas lideranças. A atual administração tem que no mínimo engatilhar as coisas, mostrar no papel, como tudo será feito. É isso que o povo espera.
Momento novo
A recente greve de caminhoneiros deixa um legado aos políticos de que nem sempre o que parece ser um movimento vitorioso reflete a realidade. Uma grande mobilização sem finalidade definida claramente para a compreensão do povo, que ficou sem saber se a barulheira toda era pela intervenção dos militares ou contra o preço dos combustíveis. Uma coisa está clara: a gasolina subiu o Temer se fortaleceu e os militares se acomodaram nos quarteis
Educação militar
O que precisa entender é o sentimento de indignação do povo contra o festival de lambança em todas as esferas, e vem daí a expressão do desejo de um governo comandado por militar.
Modelo de chefe
O esteriótipo do comandante que dá ordens está na cabeça do cidadão cansado das notícias sobre os desarranjos e desmandos. Só que precisa tomar cuidado porque hoje não há mais espaço para modelos do tipo “ Prende e arrebenta “. O clamor da sociedade aponta para o  líder que se apresenta afinado com  princípios da austeridade, da impessoalidade, eficiência e economicidade, o que falta hoje em esferas de governo. Discurso da moralidade virou piada, há! há! há..
O que seria a novidade
Há que se construir algo novo que atenda anseios e reais  necessidades  da sociedade, sempre com base nos princípios da eficiência e da economicidade, algo que passe fora dessa cantilena da falsa moralidade conservadora que predomina nos dias de hoje
Pré- eleição a vista
Partidos já liberam nomes da cidade como pré- candidatos.
Três lideranças do povo em Paulínia estão de olho na Assembleia Legislativa:  Valdireny  Mira , militante dos direitos da pessoa com deficiência e da mulher, se inscreveu no Partido Humanista Social  (PHS) com a intenção de ser pré –candidata,   a ex- presidente do Conselho Municipal da Mulher, a advogada Miriam Antunes se propõe a representar o Partido Novo como pré-  candidata .Também com o mesmo propósito, está o ex- secretário da Receita Municipal e empresário Sanzio Rodrigues, que se declara  pré – candidato a deputado estadual pelo MDB.
Muito feio servidor da Saúde
A Administração teve que adiar a Conferência de Saúde, programada para esse ano para o ano que vem, porque os trabalhadores da Saúde não foram competentes para escolher delegados representantes. Lamentável, pura falta de interesse. A Administração e usuários fizeram suas partes, com ampla divulgação.
Fórum democrático
 A Conferência reúne representantes dos trabalhadores, dos usuários e do Governo para debater as políticas públicas. Que depois não reclamem da falta de democracia nas relações. Conferência, não é de Governo, é da sociedade, é a possibilidade de conferir o que acontece nas políticas públicas, em temas como: gastos, gestão, acolhimento e inclusão social.











segunda-feira, 18 de junho de 2018

Cidades &Bastidores : Crônica Urbana


Bairro de Campinas onde vivi a maior parte da minha vida...


Testemunhas da história
Sempre que vou na Vila Padre Manoel da Nóbrega,em Campinas, me pego a pensar e organizar na minha cabeça os fatos  marcantes dentro da linha do tempo.
E assim, vejo na beleza  das árvores da Pracinha , em frente o centro social, um símbolo da história do bairro.
Para mim, elas são fiéis  testemunhas de muita coisa . Viram fatos e muitas  pessoas  que eram  crianças , se tornaram adolescentes e jovens que sonhavam e ainda sonham. Várias dessas pessoas,  nem entre nós estão mais. Na grandiosidade das árvores lindas da Pracinha,  eu vejo a saudade , e ás vezes sinto vontade de voltar ao tempo no balanço daqueles belos galhos que o vento  os açoita e os embalam todos os dias ....
Eu vi aquelas árvores ainda em mudas  plantadas pelo pessoal da Prefeitura, num ato de perseverança.
Aquelas lindas que oferecem sombra e servem de point para diversas espécies de pássaros, foram as que vingaram. Antes delas,  outras mudas foram plantadas ali, e uma molecada sem noção não as deixaram crescer.
 De modos que, como nem sempre é possível abraçar todo mundo que ama a Pracinha ou tem qualquer vínculo com a história da nossa Vila, ao lembrar do tempo bom que se foi, eu dalí  da  área da nossa casa , na rua Uirapuru-  senti uma  vontade danada de abraçar cada árvore amiga e dizer em nome de todos os amigos, como se alí  eles  estivessem :
 Salve Tu
( Miguel Samuel)

terça-feira, 15 de maio de 2018

Cidades & Bastidores: Convênio entre Prefeitura de Paulínia e Unicamp


Prefeitura e Unicamp assinam convênio para o projeto UniversIDADE

Paulínia é a primeira cidade a contar com o Projeto UniversIDADE, uma parceria da Prefeitura Municipal e a Universidade Estadual de Campinas – Unicamp. Essa ação inédita vai fazer com os paulinenses da terceira idade sejam os primeiros a terem cursos fora das fronteiras da Unicamp. A solenidade que selou a parceria foi realizada nesta segunda-feira, dia 14 de maio com a assinatura do convênio para a vinda do programa. O evento contou com a presença do prefeito Dixon Carvalho, o reitor da Unicamp Marcelo Knobel, além de secretários e muitas autoridades do município e da própria Universidade.

O projeto é um programa de qualidade que tem como objetivo principal oferecer aos munícipes com no mínimo 50 anos, diversas atividades relacionadas à educação acadêmica da área: educação, biologia, filosofia, social, cultural, enfermagem, médica, fisioterapia, economia e correlatos. As inscrições para os instrutores e voluntários estão abertas e prosseguem até o dia 30 de maio, através do site: http://www.programa-universidade.unicamp.br/. As inscrições para os alunos participarem do programa serão realizadas na 2ª quinzena de Julho.

A ação foi realizada no Theatro Municipal de Paulínia e aberta para toda a população e convidados. O evento contou com diversas atividades como a apresentação do Coral ZÍPER NA BOCA, Mesa de Cientifica “Quem pode ter um AVC – Cuide do seu cérebro” com a palestrante Aline Camargo, mestrando do curso de neurociência da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, e participação da Profª Li Li Man, Profª Kátia Stancato, coordenadora do projeto UniversIDADE.

O prefeito Dixon Carvalho destacou que a parceria é muito importante e que a prefeitura apoia toda a iniciativa. “Temos nos esforçado em trabalhar forte trazer todos os  benefícios para a cidade, e quando o município firma uma parceria com uma instituição como a Unicamp, é de grande valia para todos os idosos do município”.

Para o Secretario de Saúde Dr. Yanko Gonçalves Mello, a vinda do projeto para Paulínia é de extremamente necessária e irá proporcionar os muitos benefícios aos idosos do município. “A nossa parceria com a Unicamp é muito positiva e estamos motivados e empenhados para junto à universidade trazer em breve todas as atividades”.

O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, ressaltou que essa nova parceria com prefeitura de Paulínia é muito importante, e que o projeto universIDADE tem tudo para crescer e ser bem desenvolvido. “Quero agradecer a oportunidade desse novo convênio com a prefeitura, e gostamos muito de desafios como esse. Iiremos realizar uma série de oficinas e workshops aqui, tendo todo o suporte da Unicamp”.

A moradora do Jardim Flamboyant, Aparecida Andrade, acompanhou de perto as atividades e a assinatura do convênio e avaliou de forma positiva. “Será muito importante esse programa para nós da terceira idade. Teremos a oportunidade de conquistar novos conhecimentos, quero me inscrever e participar das oficinas”.

Durante a assinatura estavam presentes o Prefeito Dixon Carvalho, a primeira dama Tatiana Castro, o secretario de Saúde, Dr. Yanko Gonçalves Mello, o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, o diretor executivo da Extecamp, profº Celso Moroka, a coordenadora do Programa UniversIDADE, profª Kátia Stancato, Roselene Martins Diretora de Planejamento Estratégico da Secretaria de Saúde, o presidente do Conselho do Idoso, Jocival Fernandes e demais autoridades do município.

Adicionar legenda

sexta-feira, 11 de maio de 2018


Cidades  &  Bastidores
Política dos Bastidores

Por

Miguel  Samuel de Araújo



Redesenhar Paulínia,  é possível

Os discursos de campanhas eleitorais e os materiais de propaganda que chegam ao eleitor, os fazem projetar em sua mente a cidade dos sonhos com tudo funcionando.

Euforia e Plano Plurianual

 Só que isso tudo, expressa só a boa vontade de ganhar a eleição. O candidato naquele instante está sem informações suficientes acerca do quadro administrativo e situação jurídica da administração que ele disputa.

A partir da posse, vem a situação real.  Encarada com responsabilidade e transparência, a realidade permite que todos conheçam o novo desenho da cidade, mostrado com projetos definidos, tudo com base nas estimativas de arrecadação e despesas, passivos e demandas  herdadas do antecessor

 São mapas diferentes

 No confronto eleitoral, quem está no controle da máquina pública e prestes a deixar o comando, ousa de suas habilidades e informações sobre seus feitos para apresentar um  outro  desenho de cidade, muito diferente do que é a cidade real. É algo que pode  se chamar de maquiagem de final de festa, bem assim, há! há! há!.. Uma metáfora para poucos

Tecnologia , Informação e estratégia

Vai daí, que a gente insiste na necessidade de um planejamento estratégico de comunicação, tanto entre órgãos do Governo bem como  entre Governo e sociedade sem o receio do uso dos mais modernos recursos oferecido da tecnologia da comunicação.

 Modernidade: software que ajuda  agilizar a burocracia

É possível implantar um sistema que integre os  órgão do governo , permite que o povo saiba a realidade e evite o desgaste politico para quem está imbuído do propósito de interagir com o cidadão, formular propostas e executar ações que resolvam  situações que afligem a cidade.

Agilidade e prática

A  exemplo do que já funciona nas cidades mais avançadas no campo administrativo,  um projeto digital põe o fim  nas surradas pastinhas das UBS ( Unidades Básicas de Saúde), além de acelerar  outras situações que marcam a lerdeza do sistema herdado. Assim a máquina deslancha e a estrutura composta por diversas secretarias deixa de ser algo que ironicamente se compara a uma feirinha onde cada um vende o seu peixe.



Verdade sobre a ponte

A história da ponte do João Aranha, necessidade premente em função do crescimento da população e fluxo de carros, evidencia muito bem o que se registra nesse canto de página. O Cromo confrontou os discursos e notícias veiculadas sobre a ponte e deparou com um mero protocolo de intenções, que podemos dizer foi pouco além de uma peça eleitoreira, que não vai além das desapropriações em áreas inadequadas. O povo pagou o  mico de ver placas anunciando o início da obra, há! há! há !.. Uma hora dessas podemos contar tudo com mais detalhes.

Contraponto: há controvérsias

 Do  lado do debate caloroso e discussão da última sessão da Câmara,  o ex- secretário do Meio Ambiente Zaqueu de Souza, assegura que tem projeto pronto para a ponte sobre o Rio Atibaia , inclusive ele e vereadores da época têm ciência do que foi discutido. Souza diz lembrar muito bem , que ele   como titular da Pasta do Meio Ambiente na época, protocolou na Cetesb o pedido de licenciamento ambiental. O ex- secretário disse não entender a questão levantada acerca da existência ou não do projeto

Algo novo é o que se espera

Aos poucos, o que se desenha é um novo modo de fazer as coisas, porque a sociedade está cada vez mais atenta aos negócios da política e requer serenidade nos serviços públicos. Neste sentido, observamos que a Câmara de Paulínia muda o eixo dos discursos. Ela se apresenta como  inovadora, mais propositiva do que crítica , mais  mobilizadora e mais aberta ao diálogo com o Executivo numa perspectiva de futuro.

Oposição sim, só que sem atrapalhar a cidade, né ?

A incessante disputa pelo poder em Paulínia, acaba por gessar a estrutura por conta da conteúdos acerca das políticas públicas, incapacidade para  debater e falta de interesse pela resolução de problemas, como esse da Ponte do João Aranha , cujo projeto anunciado pelas gargantas profundas não passa de um mero rascunho que não passou das desapropriações. Eis ai, uma bela deixa para o vereador Marquinhos Fiorela (PSB), o Peixe, esclarecer aquele vídeo  que exibido  no facebook,  em que ele afirma que a Ponte vai sair com a ajuda de José Pavan Junior ,ex prefeito.

Trânsito continua congestionado

O ânimo das narrativas que marcam as campanhas provocam escorregões, e assim  levam o político a pagar esses micos. Faz parte da dinâmica. De real mesmo,  só tem as terras desapropriadas  e ainda em área inadequada para o projeto que vai ser refeito depois de muitos estudos

Pé no chão e cautela

Ainda de forma extraoficial,  o secretário dos Transportes , Laércio Giampaolli  informa que em breve a cidade irá conhecer o projeto para agilizar o trânsito da cidade, com propostas  de sincronização dos conjuntos de semáforos e mudanças de mão para aliviar o sufoco nos horários de pico, nas vias que dão acesso ao João Aranha.

Eficiência e economicidade são

 os princípios

Uma esclarecida que essa novela da Ponte que dá acesso ao João não passou de discurseiras, o prefeito Dixon Carvalho informa que existe uma articulação com a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transportes de São Paulo para agilizar  um projeto alternativo , que permite agilizar o tráfego de veículos da região central para o João Aranha. O prefeito destacou também que pelas estimativas de sua equipe, um novo projeto irá custar bem menos para a Prefeitura do que a proposta inicial da ponte apresentada na administração anterior.

  De olho na campanha em meio a turbulência

Ano eleitoral e politicas públicas  exigem um exercício por parte das lideranças municipais, que precisam conciliar os compromissos da gestão sem prejudicar seus candidatos a deputado , cujas imagens têm ligação com a administração. Além disso, os partidos locais devem se organizar para pelo menos manter o mesmo padrão de votos da eleição passada. Como algumas legendas as vezes trocam de mão, alguns candidatos poderão sofrer o revés eleitoral, um exemplo é o PCdoB, cujo candidato a deputado federal Orlando Silva, fez dobrada com Danilo Barros para estadual e saiu-se bem na cidade. Agora, Barros está em outra legenda.

Comissão Processante e outros processos

Agora parece que haverá uma trégua na Câmara sobre as Comissões Processantes (CPs). Entre arquivadas, aprovadas e rejeitadas, algo em torno de nove delas foram apresentadas. O fato mais curioso é a série de erros no processo aberto para investigar possíveis atos  de irregularidades praticadas pelo prefeito Dixon Carvalho e 13 dos 15 vereadores.

Muita ironia para o destino

Imagine você que nos lê. Abre-se uma Comissão para investigar irregularidades e a própria Comissão é montada e encaminhada sob suspeita de estar irregular, há ! há!

 Parece  brincadeira com a lei

 No ânimo de emparedar os acusados, convocaram os próprios antes de ouvir os denunciantes. Em seguida, parece que a pessoa que assinou a denúncia, se embaralhou toda na audiência. O advogado Marcelo Pelegrini, representante de uma das partes acusadas nem comenta o fato.

Vamos fazer as coisas, certas, gente.

 O advogado de acusação citado como o “ Pica das Galáxias” no direito Administrativo, parece que se embolou todo também . Como pode ouvir o acusado antes do autor da denúncia.. A! Essa  vai para a história do folclore jurídico da terra de José Paulino, viu ?

Cumpriu o papel

Vemos  ausência de culpa  nesse mico todo, tanto da parte dos vereadores , como dos denunciantes. A começar pelo vereador Tiguila, ele não tem o dever de saber tudo de direito.

Sem noção mínima

 Só que qualquer estagiário da profissão, aprende logo que um processo começa com a oitiva de quem denuncia o fato. Pode-se basear como exemplo num simples inquérito de distrito policial, como um desses que o jornalista Mizael Marceli, assessor de Tiguila, cansou de ler para produzir suas matérias. Não venha com a história que o decreto-lei 201 de fevereiro de 67 no qual se estriba a denúncia não esclarece em seu rito a ordem das oitivas.

In memorian

 O histórico doutrinador, Hly Lópes Meirelles , em quem se espelha Pedro Politano e muitos outros de  igual coturno, deve ter revirado na catacumba com a interpretação que deram para a obra dele. Meirelles foi um dos maiores estudiosos  da história do Direito Administrativo. Em seus comentários se apoiam os que lidam com o decreto 201   no qual se apoia a enxurrada de denuncias.








quinta-feira, 26 de abril de 2018

Cidades & Bastidores - Cultura e outros assuntos


Cultura encerra comemoração do Dia Internacional  do Livro  com saldo positivo

 Com o número positivo de 500 livros doados para a população até essa quinta-feira, dia 26, a Secretaria Municipal de Cultura encerra nesta sexta-feira, 27 de abril, as atividades em comemoração ao Dia Internacional do Livro. O trabalho teve início no dia 23 de abril, com atividades como oficinas, apresentações musicais, distribuição de livros doados pela Biblioteca Municipal de Paulínia. Toda programação foi realizada pela Divisão de Patrimônio Histórico e Cultural – DIPHC centrada no propósito de atrair a atenção da população para a importância do hábito da leitura, além de divulgar o trabalho de autores paulinenses.



A programação iniciou com o Workshop com os escritores, poetas e poetisas, C.B. Kaihatsu, Maria Ildete Leal e Raimundo Lonato contando um pouco sobre suas trajetórias de vida e desafios para publicarem seus livros, além de apontarem as novas perspectivas de cada um como escritores. O escritor Lonato, lembrou seus primeiros eventos literários realizados no município, onde os poemas, cartilhas literárias eram confecionados por meio de “mimiógrafos”. O evento aconteceu na Sala de Imprensa da Prefeitura Municipal de Paulínia.


Campanha de Prevenção do Câncer Bucal é realizado nas Unidades Básicas

A Secretaria Municipal de Saúde, juntamente com o Departamento de Saúde Bucal, está realizando a Campanha de Prevenção do Câncer Bucal, nas Unidades Básicas de Saúde. A ação está sendo realizada em paralelo a Campanha de Vacinação da Gripe que prossegue até o dia 1 de Junho.

Durante o período de campanha, que irá prosseguir até o Dia D da Campanha da Vacinação da Gripe, que será realizado no dia 12 de Maio, o Departamento de Saúde Bucal vem trabalhando para atender um grande número de pessoas.

Após receber a imunização os idosos e público alvo da vacinação da gripe são convidados a realizar o exame de Saúde Bucal, junto ao dentista que está presente em cada unidade. Esses exames verificam se há lesões suspeitas ou passíveis de transformar em câncer, além de oferecer orientações preventivas. Em caso suspeito, o paciente é encaminhado ao ambulatório de buco-maxilo para demais averiguações. Após realizar os exames o paciente recebe em mãos um kit com escova, fio dental, pasta dental e protetor labial.

A campanha tem como objetivo examinar idosos e pacientes com risco de câncer bucal, como etilista, tabagista e pessoas exposta à radiação solar, entre outros.

Assistência Social organiza a Campanha do Agasalho 2018

Com o frio já despontando nas manhãs de outono em Paulínia, a Secretaria de Assistência Social e Cidadania deu início para acelerar a arrecadação de peças para a Campanha do Agasalho 2018. Durante a tarde desta quinta-feira, representantes das secretarias municipais se reuniram na sede da SEMASC e discutiram as estratégias para a arrecadação e distribuição dos agasalhos. Oficialmente, a campanha será lançada no dia 4 de maio, no prédio do Fundo Social de Solidariedade, com a presença do prefeito Dixon Carvalho e da presidente do Fundo Social, a primeira dama, Tatiana Castro, às 10h. O evento irá reunir, também, secretários, diretores municipais, vereadores, empresários e muitos outros que participam dessa ação solidária que auxilia milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade social.

 Campanha do Agasalho envolve a sociedade

O secretário da Assistência Social e Cidadania, Genézio Pires Luís, abriu o trabalho pedindo a colaboração de todas as pastas da administração para realizarem uma grande ação social, com a adesão de toda comunidade paulinense. “Quem faz a promoção social somos nós. Cabe a todos acalentar os menos favorecidos”, ressaltou Genézio. Para a presidente do Fundo Social, o objetivo é superar a marca de arrecadação alcançada no ano passado. "Vamos nos esforçar em dobro para conseguirmos mais que as 17 mil peças arrecadadas em 2018. Após o feriado, já vamos iniciar uma arredação interna", ressalta Tatiana. Essa ação, inclusive, será para arrecadar edredons.


Já está programado no cronograma da organização que no dia 5 de maio a Campanha ganha a parceria da EPTV para aumentar a divulgação e com isso a arrecadação das roupas. No dia 17 de maio, a campanha vai estar ativa angariando peças como ingresso para o evento “Rock Sinfônico”, que será apresentado pela Orquestra Sinfônica Jovem de Artur Nogueira, com participação especial do saxofonista Derico Sciotti, e do trompetista Chico Oliveira, ambos do programa do Jô, no Theatro Municipal de Paulínia, às 20h. No dia 16 de junho, acontece o arrastão com a participação de funcionários de todas as secretarias, do Exército e entidades e instituições municipais, com destaque para o Acorrentados Moto Clube de Paulínia.
Biblioteca Virtual de Paulínia será transformada em
 Centro de Formação de Professores e Servidores
No prédio também serão instalados um polo de pós-graduação
da Unicamp e a Escola de Governo

Após mais de 10 anos de total abandono, o prédio da Biblioteca Virtual “Valter Borges Salles”, em Paulínia, será finalmente reaproveitado pela atual Administração. Na tarde da última terça-feira, dia 24 de abril, o prefeito Dixon Carvalho assinou a Requisição de Compra (RC) que autoriza o início do processo licitatório para execução das obras de reforma no local. No prédio, funcionarão um Centro de Formação de Professores e Funcionários Públicos, a Escola de Governo e um polo de pós-graduação da Universidade de Campinas (Unicamp). 

A assinatura do documento foi realizada durante reunião com os secretários Valdir Terrazan (Obras e Serviços Púbicos), Sérgio Marques (Administração), Rui Rabelo (Desenvolvimento Econômico) e Carlos Alberto Coelho (Turismo e Eventos).

De acordo com o projeto, orçado em R$ 1,3 milhão, serão realizadas melhorias nos pisos, esquadrias, vidros, pintura interna e externa, reinstalação das redes elétrica e hidráulica, instalação de esgoto e manutenção de toda a área externa com forração de vegetação paisagística.

Seguindo as normas de acessibilidade, o prédio contará com banheiros PNE e elevador restrito ao uso de pessoas com mobilidade reduzida.

O secretário de Educação, Luciano Bento Ramalho, adianta que o objetivo da Administração e do prefeito Dixon Carvalho é fazer das antigas instalações da Biblioteca um equipamento público que garanta estrutura para as ações de formação continuada dos educadores. “Investir em Educação vai muito além de construir escolas. É preciso pensar na qualidade do ensino, que é reflexo da formação, capacitação e qualificação de nossos professores, diretores e demais profissionais da rede municipal. Portanto, queremos oferecer condições para que os nossos educadores se aperfeiçoem cada vez mais, evoluindo sempre na vida profissional e, consequentemente, na vida pessoal”, ressalta o secretário.

De acordo com o prefeito Dixon Carvalho, muitos prédios foram abandonados pelo Poder Público no decorrer dos últimos anos e reutilizá-los a serviço da população é medida urgente a ser tomada. “Não são apenas paredes que estão lá. É o dinheiro público. E, por isso, é nosso dever garantir que estes espaços sejam reaproveitados da melhor maneira possível”, assegura.

No local, serão realizados cursos de qualificação e especialização, seminários, oficinas e palestras que venham a contribuir para a ampliação do conhecimento e para o aprimoramento dos trabalhos dos servidores.  “Será um espaço para constante atualização sobre métodos e técnicas pedagógicas, e para interação e troca de experiências entre os profissionais da educação e demais funcionários públicos”, informa o prefeito.

Sobre a parceria com a Unicamp para a instalação de um polo de pós-graduação em Paulínia, Dixon reforça que é preciso aproveitar a proximidade com a Universidade, que foi considerada a melhor da América Latina. “Estamos perto de um importantíssimo polo de ensino e pesquisa e temos que fazer disso algo que colabore para o desenvolvimento de nossos cidadãos. Portanto, nosso objetivo é firmar cada vez mais parcerias com a Unicamp”, finaliza o prefeito.


A previsão do Governo é de que o edital de licitação para execução da reforma no prédio seja lançado durante o mês de maio.


Prefeito assina contrato com a empresa que vai construir ponte sobre o Rio Anhumas

Empresa terá agora que obter licença de instalação junto à CETESB
Mais um importante passo foi dado para concretizar a construção da nova ponte sobre o Rio Anhumas (ponte da Rhodia), localizada na divisa entre os municípios de Paulínia e Campinas. Na tarde desta terça-feira, dia 24 de abril, o prefeito Dixon Carvalho assinou contrato com a Construtora Etama Ltda., vencedora da Concorrência  Pública nº 02/2017 e que será, portanto, a responsável pela execução das obras.

Agora, a empresa vencedora terá que obter a Licença de Instalação, que deve ser emitida junto à CETESB. De acordo com a Secretaria de Obras e Serviços Públicos, só após a emissão da licença é que a empresa poderá iniciar efetivamente a demolição e a construção da nova ponte. “A obtenção desta licença é de plena responsabilidade da empresa vencedora, conforme consta no edital. Todos os processos burocráticos serão seguidos à risca para que então seja possível dar início a construção”, afirma o secretário da Pasta, Valdir Terrazan.

De acordo com o projeto, que será executado por R$ 5.968.050,35 milhões, primeiramente será construída uma ponte paralela a já existente. Em seguida, a ponte que hoje se encontra interditada por problemas na estrutura será demolida e reconstruída.

A ponte sobre o Rio Anhumas foi interditada em 2014, após um laudo técnico apontar a existência de problemas estruturais no local. Na época, o VDM (Volume Diário Médio) era de aproximadamente 4 mil automóveis.

O prefeito Dixon Carvalho ressaltou sua grande satisfação em dar andamento a construção da nova ponte, cumprindo um compromisso assumido com a população de Paulínia. “Desde que assumimos a Prefeitura nós temos trabalhado para tirar essa obra do papel e transforma-la em realidade 
Defesa Civil apresenta o Plano Municipal de Contingência

A Secretaria Municipal de Defesa Civil de Paulínia apresentou nesta quarta-feira, 25 de abril, o Plano Municipal de Contingência do município, o PLAMCON. A ação foi realizada no Salão Nobre do Paço Municipal e contou com a presença dos representantes das secretarias municipais, representante da Polícia Militar, Polícia Rodoviária e representantes das empresas integrantes do Plano de Auxilio Mútuo (PAM).

As ações e logísticas foram apresentadas e o destaque apontado pelo Plano Municipal de Contingência o PLAMCON foi voltado para acidentes naturais e tecnológicos com ou sem menção de fogo, com ênfase nos acidentes tecnológicos envolvendo produtos perigosos. Todo Plano foi desenvolvido a partir da análise das avaliações e mapeamentos de risco efetuados e dos cenários de risco identificados como prováveis e relevantes para a hipótese de desastres.

Com esse Plano de Contingência, esclarece o secretário José Carlos Almeida, a Defesa Civil tem como coordenar as ações de mitigação tomando base à identificação e mapeamento de risco feito pelo próprio órgão, para prevenir, dar assistência ou recuperar áreas/comunidades em situações de desastres.

De acordo com o secretário, o Plano Municipal de Contingência será ativado sempre que forem constatadas as condições e pressuposto que caracterizem um dos cenários de risco mencionados, acompanhando a evolução da emergência.

Fazem parte do PLAMCON as secretarias municipais, e os órgãos estaduais CETESB, Polícia Militar, Polícia Militar Rodoviária, Corpo de Bombeiros, empresas integrantes do Plano de Auxilio Mútuo (PAM) e a Rota das Bandeiras.Dados de pesquisa realizada pelo Indsat foram divulgados pela EPTV na última sexta-feira, dia 20 de abril

O asfalto de Paulínia é o terceiro melhor da Região Metropolitana de Campinas (RMC), de acordo com pesquisa realizada pelo INDSAT (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos) durante primeiro trimestre de 2018. Os dados foram divulgados na última sexta-feira, dia 20 de abril.

A pesquisa ouviu cidadãos com mais de 16 anos nas 20 cidades da RMC, com o intuito de identificar os índices de satisfação com a qualidade do asfalto nos municípios. A margem de erro é 1,29 pontos percentuais para mais ou para menos.

Em apenas um ano, Paulínia subiu quatro posições no ranking, passando do 7º lugar, que ocupava no início de 2017, para o 3º lugar, no primeiro trimestre deste ano. À frente de Paulínia aparecem as cidades de Indaiatuba e Nova Odessa.

Para o secretário de Obras e Serviços Públicos do município, Valdir Terrazan, a melhora na avaliação é resultado da Operação de Recuperação Asfáltica, que teve início em julho de 2017. “Até o nosso último balanço, fechado em 31 de março, a Operação já havia passado por 375 ruas e recuperado mais de 130 mil m2 de pavimento, o que significa que aproximadamente 70 mil buracos deixaram de existir”, explica.

No início de 2017, quando a nova Administração assumiu a Prefeitura de Paulínia, não havia contrato vigente para a execução do tapa-buracos. “Paulínia estava sem este serviço desde meados de 2016. Com a chegada do período de chuvas, no primeiro trimestre de 2017, o asfalto da cidade foi muito prejudicado”, afirma Terrazan.

Ainda de acordo com o secretário, devido a necessidade de execução do processo licitatório, só foi possível iniciar os trabalhos de recuperação asfáltica em julho de 2017. “Desde então, temos trabalhado ininterruptamente para melhorar as condições de tráfego na cidade”, garante.

O prefeito de Paulínia, Dixon Carvalho, ressalta que a Administração está absolutamente empenhada neste desafio. “Temos um processo já em andamento para iniciar o recapeamento das principais ruas e avenidas da cidade. Nosso objetivo é melhorar, cada vez mais, a qualidade de vida dos cidadãos paulinenses. É extremamente gratificante saber que já alcançamos bons resultados. Porém, sabemos que ainda há muito a ser feito”, constata o prefeito.


Prefeitura e Unicamp realizam evento gratuito para a terceira idade 


  A Prefeitura de Paulínia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Universidade Estadual de Campinas – Unicamp realizará, no dia 14 de Maio, um grande evento com uma programação especial voltada para a terceira idade do município. A ação será realizada das 08h30 às 12h no Theatro Municipal, com entrada gratuita.


A realização integra as atividade do programa UniversIDADE, uma parceria que está sendo firmada entre a Prefeitura Municipal de Paulínia e a Universidade Estadual de Campinas – Unicamp. Durante toda a manhã o público poderá acompanhar as atividades, como a apresentação do Coral ZÍPER NA BOCA - Unicamp, uma Mesa de Científica com o tema “Quem pode ter um AVC – Cuide do seu cérebro”, com a palestrante Aline Camargo, mestrando do curso de neurociência da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, e participação da Profª Li Li Man, Profª Kátia Stancato, coordenadora do projeto UniversIDADE, e Isabel Cristina Araújo Floriano, coordenadora adjunta. Também será apresentada a equipe do Programa UniversIDADE, além de uma apresentação cultural.


O projeto UniversIDADE é um programa de qualidade que tem como objetivo principal oferecer aos munícipes com no mínimo 50 anos diversas atividades relacionadas à educação acadêmica das áreas de educação, biologia, filosofia, social, cultural, enfermagem, médica, fisioterapia, economia e correlatos.
 

Programação:


8:30 h – Recepção dos convidados


 9:30 h  - Abertura  - Reitor da Unicamp, Prefeito de Paulínia, Secretário de Saúde de Paulínia


 10 h – Apresentação do Coral ZÍPER NA BOCA - Unicamp


 10:30 h  - Mesa científica “Quem pode ter um AVC – Cuide do seu cérebro”

 
Presidente da Mesa: Profa. Dra. Kátia Stancato, Coordenadora do Programa UniversIDADE da Unicamp


Palestrante: Aline Camargo, Mestranda do curso de Neurociências da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp

 
 11 h – Apresentação da equipe do Programa UniversIDADE – PROEC - UNICAMP

 11:30 h – Apresentação Cultural

 12 h – Confraternização






domingo, 4 de março de 2018

Cidades & Bastidores : O Mundo Contemporâmeo e a busca por sentido da vida


“Houve muitas crises na história da humanidade, muitos períodos de interregno, nos quais as pessoas não sabiam o que fazer, mas elas sempre acharam um caminho. A minha única preocupação é o tempo que levarão para achar o caminho agora. Quantas pessoas se tornarão vítimas até que a solução  seja encontrada?” – Zygmunt Bauman.
       Havia um mundo onde existiam conceitos sólidos: carreiras e profissões, ideologias, bens materiais mais resistentes (menos descartáveis) e relacionamento entre as pessoas. A denominada sociedade pós-moderna chegou não impondo limites bem definidos e com ela o conceito de “liquidez” – onde as certezas , ações e crenças foram diluídas.
       Com isso o ser humano, sujeito social-afetivo-emocional, que necessita de estabilidade e segurança em suas relações pessoais e profissionais caiu em uma profunda crise existencial, sentindo um “vazio existencial”, questionando o sentido e o valor de sua vida, que tornou-se instável e sujeita à todas rápidas e constantes mudanças.
       Viktor Frankl, médico psiquiatra austríaco, que no começo do século passado criou a Logoterapia, explora a dimensão existencial e espiritual do ser humano. Foi autor de inúmeros trabalhos e livros no campo da Psicologia Existencial. Sobreviveu ao temível campo de concentração nazista de Auschwitz, deixando em sua obra o seu testemunho de vida, através da superação de perdas e torturas sofridas como prisioneiro na Segunda Guerra Mundial.
       A resposta ao questionamento de Bauman pode ser encontrada por meio da prática da Logoterapia de Frankl que acreditava que a busca do sentido de vida é a instância última e principal da existência. Nunca em toda a história da humanidade tivemos uma geração tão depressiva e ansiosa, altamente propensa ao suicídio, cujos índices são alarmantes em sociedades com boa condição social e estabilidade financeira.
       Qual seria a explicação? Falta de objetivos, necessidades e metas a serem atingidas? Ausência da sensação de estabilidade e segurança?
       Frankl em seus livros alega que o Homem contemporâneo pode encontrar o sentido de sua vida de três maneiras: dedicando-se ao próximo, numa relação de amor genuíno; engajado num trabalho e esforço de entrega pessoal e finalmente na ausência destes dois através do próprio sofrimento. O autor afirma que “mesmo nas situações mais absurdas, dolorosas e desumanas, a vida tem um significado em potencial e portanto, até o sofrimento tem sentido...”
       O ser humano tornou-se vítima de uma sociedade altamente consumista, competitiva e exigente, onde a aparência é valor mais importante que generosidade, senso de comunidade e altruísmo; de uma sociedade que impõe rigorosos padrões estéticos e comportamentais. A humanidade está totalmente sujeita aos condicionamentos, padrões de personalidade, posição sócio-cultural e determinismos genéticos? Acredito que o ser humano tem a escolha de decidir e agir em face de todas as circunstâncias, apesar de todos estes fatores.
       Ansiedade, sentimento de solidão, depressão, vazio existencial, egoísmo são alguns dos sentimentos e sintomas da atual sociedade que passa por uma crise de individualismo e apego ao materialismo instantaneamente disseminado através das redes sociais e meios de comunicação de massa.
       Portanto, o autoconhecimento se faz premente aliado à profunda reflexão à respeito da responsabilidade que cada um tem perante a vida. O homem é o que pensa... seus pensamentos determinam seus sentimentos que geram suas ações que transformam sua vida e por consequência sua sociedade.

Walter Augusto Benatti é Psicólogo Clínico Humanista Existencial – CRP 06/138771 e atende na PAX – Psicologia e Bem Estar – Paulínia/SP.